Assistir Suposto vídeo íntimo deputado Wladimir Costa

Se durante a votação da primeira denúncia contra o presidente Michel Temer, em agosto último, o deputado Wladimir Costa (SD-PA) foi motivo de piadas, por ter tatuado o nome do peemedebista no ombro, nesta quarta-feira (25), durante a sessão para votar a segunda denúncia, não foi diferente.

Enquanto os parlamentares aguardavam o quórum necessário para o início da votação, no plenário da Câmara, um suposto vídeo íntimo de Costa começou a circular nos celulares dos políticos.

Nas imagens, de acordo com o colunista Lauro Jardim, de O Globo, o deputado “contracena” com uma loira de forma mais do que explícita.

video

Também quando da primeira denúncia, Wladimir Costa foi acusado de assédio a uma jornalista, que pediu para ele mostrar o desenho de henna, feito em homenagem ao presidente.

+ Temer passa bem e deve ter alta ainda hoje, diz Planalto

A jornalista Basília Rodrigues, da Rádio CBN, que cobre o Congresso, disse ter se sentido agredida e desrespeitada. O PSB e o PT, então, entraram com uma representação no Conselho de Ética da Câmara contra o parlamentar, por quebra de decoro.

Os processos aguardam leitura, discussão e votação.


Compartilhe suas ideias! Deixe um comentário...