Assistir Guarani x Luverdense ao vivo em HD

Às 19h00 (horário de Brasília) deste sábado, no Serra Dourada, o time do Guarani, visando somente os três pontos, viaja até Goiás para enfrentar a equipe local, pela 32ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O duelo entre os “verdes” reúne dois clubes com objetivos semelhantes na competição.

O Esmeraldino vai atrás dos três pontos para praticamente garantir a permanência na segunda divisão do futebol brasileiro. Iniciando a rodada na 10ª colocação, com 41 pontos conquistados, uma vitória deixa os goianos bem próximos da meta estabelecida como segura para a continuidade na Segundona. Os comandados de Hélio dos Anjos também visam manter o bom momento: nas últimas cinco partidas, são quatro vitórias e um empate.

Pelo lado da equipe campineira, somente um triunfo interessa. Depois de passar por uma longa má fase, com trocas de técnico e poucos pontos somados, o Guarani, de Lisca, vem de uma vitória em cima do Juventude e quer embalar na competição para espantar de vez o fantasma do rebaixamento para a Série C. O Bugre tem 38 pontos e está apenas três acima da primeira equipe dentro do Z4, o Luverdense.

No primeiro turno, o clube paulista venceu o Goiás pelo placar mínimo de 1 a 0, no Brinco de Ouro. Braian Samudio marcou o único gol da partida, de cabeça, em favor dos mandantes, que figuravam entre as quatro primeiras equipes do campeonato na época.

Para o confronto deste sábado, o treinador goiano Hélio dos Anjos não poderá contar com Victor Bolt, expulso na vitória da equipe em cima do Luverdense na última rodada, assim como o goleiro Marcelo Rangel, que terá cumprir suspensão automática devido ao terceiro cartão amarelo. Os prováveis substitutos deverão ser Péricles e Renan, respectivamente. Entretanto, o comandante terá o retorno de Carlinhos na lateral, de volta após suspensão.

O atacante esmeraldino Aylon, que deverá estar na escalação inicial para o duelo contra o Bugre, atribuiu a causa da melhora de desempenho recente do Goiás ao trabalho realizado por Hélio dos Anjos, além de ressaltar a torcida para que a boa fase continue.

“Estamos trabalhando muito para que esta fase se mantenha. O Hélio chegou e deu uma cara para nosso time. Não só eu, mas muitos jogadores cresceram com a chegada dele. Ele me deu muita confiança, moral e tranquilidade para trabalhar. Estou conseguindo retribuir dentro de campo a oportunidade que ele me deu”, afirmou.

Já no Guarani, o técnico Lisca ganhou uma novidade na lista de desfalques: o volante Betinho, que recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória contra o Juventude, terá que ficar de fora. O comandante do Bugre ainda não definiu o substituto, que deve ser o volante Pablo ou o zagueiro Willian Rocha. Por outro lado, o atacante Gabriel Leite retorna à lista de relacionados e deve ser opção no banco de reservas.

O treinador já não poderia contar com os defensores Alef e Eron, além do atacante Paulinho, já que todos estão no departamento médico, em processo de recuperação de lesão. O zagueiro Genilson e o centroavante Rafael Silva ainda não estão plenamente recuperados e também estão de fora.

O volante Baraka, contratado recentemente, mas que já é um dos líderes do elenco, ressaltou a importância de um resultado positivo para os visitantes deste sábado. “Nessa reta final, temos que saber jogar com inteligência. Existe muito confronto direto e a cada partida temos que estar trabalhando em cima do adversário. Sabemos que vai existir dificuldade, ainda mais pela crescente que vem o Goiás, mas temos um sistema de jogo bem definido e o Lisca vai saber o que fazer para sair com um bom resultado”, concluiu.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS X GUARANI

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 28 de outubro de 2017, sábado
Horário: 19h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)

GOIÁS: Renan; Pedro Bambu, Fábio Sanches, Alex Alves e Carlinhos; Elyeser, Péricles e Léo Sena; Carlos Eduardo, Aylon e Júnior Viçosa (Nathan)
Técnico: Hélio dos Anjos

GUARANI: Leandro Santos; Lenon, Diego Jussani, Ewerton Páscoa e Salomão; Baraka e Pablo (Willian Rocha); Bruno Nazário, Fumagalli e Richarlyson; Caíque
Técnico: Lisca


Compartilhe suas ideias! Deixe um comentário...