Assistir Ponte Preta x Atlético-PR ao vivo em HD


O Cruzeiro não quer mais nada dentro do Campeonato Brasileiro. O próprio técnico Mano Menezes garantiu, após o empate por 2 a 2 com o Palmeiras, na última segunda-feira, que a equipe não luta pelo título, mas trabalha para permanecer na parte superior da tabela. A igualdade com o Verdão, inclusive, gerou muitas polêmicas, com as quais o treinador azul terá de trabalhar para ter seu elenco focado contra o Atlético-PR, neste domingo, às 17h (de Brasília).

A polêmica da semana foi a “mala branca”. Em matéria do UOL Esporte, foi apontado que o Cruzeiro recebeu R$ 500 mil para ser dividido entre os atletas para segurar o crescimento do Palmeiras, no jogo da última segunda-feira. O dinheiro teria sido pago pelo Corinthians, que vê o rival paulista se aproximar na tabela e na luta pelo título. Os cruzeirenses desmentiram, a diretoria foi a público para também defender os jogadores e alguns foram para as redes sociais para falar sobre o assunto.

No dia seguinte à grande polêmica, foi a vez de Thiago Neves entrar em novo assunto conturbado. O jogador disse em entrevista ao canal Desimpedidos, do Youtube, que sempre quis jogar no Corinthians. A situação repercutiu e o atleta voltou ao Twitter para se explicar e dizer que quer ficar no Cruzeiro pelos próximos anos. O meia tem contrato até o fim de 2019.

Para o jogo contra o Atlético-PR, o Cruzeiro iniciou os preparativos na quarta-feira. O técnico Mano Menezes vai para a partida com Lucas Silva entre os volantes, já que Lucas Romero está suspenso. O companheiro dele, Henrique, disse que pouca coisa muda. “O Lucas Silva é um jovem que chega muito ao ataque, mas vamos nos adaptar”, destacou.

O empate diante da Chapecoense, em casa, deu uma esfriada nos planos do Furacão, que segue lutando par entrar no grupo que conquistará uma vaga na Libertadores da América. Por isso, voltar de Belo Horizonte com um resultado positivo virou objetivo, mesmo atuando longe de seus domínios. O técnico Fabiano Soares, aliás, já adiantou que não quer o time jogando diferente, seja dentro ou fora da Baixada.

Para isso, porém, o comandante rubro-negro terá que mexer na equipe. Serão pelo menos dois desfalques certos. O zagueiro Thiago Heleno foi vetado pelo departamento médico devido dores nas costas. A tendência é o retorno de Paulo André ao time titular, No meio-campo, Nikão fica fora para cumprir suspensão imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), devido à expulsão diante do São Paulo. O meia Felipe Gedoz, o atacante Pablo e o lateral Sidcley são as principais opções.

O treinador sinalizou que, embora exista pressão para a entrada de Gedoz, a escolha será visando manter a formação o mais próximo possível do que acredita ser o ideal. “Eu olho primeiro a equipe, não a individualidade. Vamos seguir a mesma proposta de jogo e, não importa quem jogue, temos que jogar como equipe grande que o Atlético é. A postura é a de sempre. Jogar no ataque e tentar mandar no jogo, independentemente se estamos em casa ou fora. E ter mais tranquilidade na hora de finalizar”, concluiu.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO X ATLÉTICO-PR

Data: 5 de novembro, domingo
Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

CRUZEIRO: Fábio; Ezequiel, Manoel, Digão e Diogo Barbosa; Henrique e Lucas Silva; Rafinha, Thiago Neves e Arrascaeta; Rafael Marques
Técnico: Mano Menezes

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Wanderson, Paulo André e Fabrício; Esteban Pavez, Lucho González e Guilherme; Felipe Gedoz, Douglas Coutinho (Sidcley) e Ribamar
Técnico: Fabiano Soares


Compartilhe suas ideias! Deixe um comentário...